Cadápio Metal da Semana

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Saudações Metalsplashers!!!
Depois de um final de semana meio conturbado, começamos mais um semaninha, com muita ressaca, dor de barriga e é claro nosso Cardápio Metal!!!

Nesta semana vamos fazer um visita as terras geladas dos chamados países nórdicos e trazer umas dicas bem geladinhas pra esta semana..

Quando se fala de países nórdicos logo nos vem a cabeças os bárbaros e os Vikings, nada mais justo então começar com um dos mais importantes representantes do chamado Viking Metal
Quando surgiu em 95 com seu “Death Metal Melódico” misturado a uma temática Viking os suecos do Amon Amarth logo chamaram a atenção tanto de crítica como de público e seu disco de estréia “Sorrow Throughout The Nine Worlds”não demorou pra cair no gosto da galera.
Mas foi no álbum “Versus The World” que os nossos amigos Vikings conquistaram o mundo.
Com músicas como “Across The Rainbow Brigde”, “Death In Fire” e “Bloodshed” nossos camaradinhas Vikings literalmente conquistaram o mundo do metal. Infelizmente quase toda discografia da banda é importada e alguns álbuns como o excelente “The Avenger” já se encontram fora de catálogo.
Recentemente a banda anunciou um novo disco intitulado “Twilight Of The Thunder God” que terá 5 versões especiais de colecionador.

http://www.amonamarth.com/


Após um hiato de três anos após seu último trabalho "Incipit Satan", de 2000, finalmente os noruegueses do GORGOROTH lançaram este, que é seu sexto álbum full-length, "Twilight Of The Idols (In Conspiracy With Satan)", período este em que a horda atravessou muitos problemas, sendo o principal deles a prisão do vocalista Gaahl, que apesar de estar em liberdade, ainda têm um processo em andamento por "uso indevido de violência", e se for condenado, por ser reincidente, pode passar até seis anos na cadeia.
Embora a primeira vista o título evoque o quase homônimo "Twilight Of The Gods", do BATHORY, na realidade se trata do nome de um livro do filósofo alemão Friedrich Nietzche, uma das principais fontes de inspiração de Infernus, guitarrista e único remanescente da formação original.
Musicalmente falando, o álbum, que traz sete faixas e uma "outro" em pouco mais de meia hora de duração, se trata de uma espécie de aprimoração do aclamado "Destroyer", de 1988, pois é ainda mais trabalhado e com mais variações, apesar de manter o velho estilo cru e ultra rápido do grupo, realçados ainda mais graças à produção, que além de ser excelente, mantêm uma certa dose de "sujeira" nas horas certas.
Os destaques vão para as violentas "Procreating Satan", "Forces of Satan Storms" e "Teethgrinding", recheadas de bases pesadíssimas, ao lado de "Exit Through Carved Stones" com passagens mais cadenciadas alternadas de uma verdadeira pancadaria sonora, marca registrada do grupo, que com este trabalho comprova que está de volta com força total!

http://www.gorgoroth.org/


Ao adquirir álbum de estréia dessa banda finlandesa com a informação de que se tratava de uma banda de Power Metal, pensei comigo, "Mais uma daquelas bandinhas novas que fazem o mesmo som". Ao ouvir a primeira faixa, “Blank File”, minha opinião não mudou muito, porém algumas coisas já começaram a chamar minha atenção.
Primeiro pela melodia vocal, um tanto quanto cativante e diferente do que ouvimos na maioria das bandas do estilo.
Também fiquei impressionado com o trabalho e entrosamento do guitarrista Jani com os teclados de Tony (que também é o vocalista). Solos precisos e super encaixados na música. Depois disso veio a segunda faixa, “My Land”, e foi aí que mudei completamente minha primeira impressão... essa música é muito legal. Preferi esperar ouvir o resto do álbum para não ter uma decepção, e não tive.
A cada faixa que tocava era impossível segurar a empolgação. Peso, técnica, criatividade, e principalmente, muita garra. “Full Moon” chega a ser emocionante, perfeita. Fazia tempo que eu não ouvia um cd de uma banda nova com a garra que o Sonata Arctica nos passa nesse “Eclíptica”.
Como eu disse na primeira música, as melodias vocais são extremamente cativantes, na primeira vez que você ouve o cd você já está cantando junto. Os trabalhos de guitarra e teclados são excelentes, e baixo e bateria apesar de não impressionar, conseguem segurar bem a onda.

http://www.sonataarctica.info/

É isso aí rapaziada, espero que gostem do cardápiozinho desta semana!!!
Espero todos vocês domingo no programa bombando no chat
Keep Rocking Friends!!!

8 Metalsplashers:

GuiBFM disse...

Muito boas as bandas já conhecia todas e a minha predileta é Amon Amarth trabalho muito interessante do Johan Hegg o vocal dele é brutal...

vocês poderiam por algumas bandas de Folk Metal ou se não Folk/Death

Vintersorg seria uma coisa legal para mostrar para galera

é isso ae =D

ótimo cardápio abraço, até domingo

Carol Cruz disse...

Este cardápio foi pra mim, fala a verdade!!! Hehehehehe!

Sou suspeita pra falar do Sonata... A-D-O-R-O! Este Cd é perfeito!! E apesar das mudanças continuam sendo ótimos (apesar de eu preferir a época do Ecliptica do que a do Unia...)
Adorei o cardápio, Sé! Perfeito como sempre!!!!

Bjs!!!!!

"Arteathrash" disse...

curto amon amarth, mas eu prefiro o gororoba!!!
o sonata... bem... digamos q só em doses homeopáticas! rs

Sergio Leopoldo disse...

Eu pensei e falar não aapenes do Vintersorg, mas tambem do Borknagar....

Infelizmente não existem nenhuma banda nessa pegada aki no Brasil, por isso que eu citei o Amon Amarth

Keep Rocking Friends!!!

Sergio Leopoldo disse...

Eu pensei e falar não aapenes do Vintersorg, mas tambem do Borknagar....

Infelizmente não existem nenhuma banda nessa pegada aki no Brasil, por isso que eu citei o Amon Amarth

Keep Rocking Friends!!!

GuiBFM disse...

Borknagar é muito bom gosto muito da época do ICS Vortex mas agora com o Heldund (Vintersorg) também esta legal, seria interessante você por projetos paralelos de bandas tanto nacionais como internacionais que nem o Chrome Division que o Shagrath (Dimmu Borguir) toca guitarra por que muitas pessoas tem a concepção que os caras do extremo são "True" e tal seria legal ou se não mostrar bandas nacionais que já acabaram como Azul Limão, Dorsal Atlântica e tal... eu gostei muito do cardápio o legal que ele não ficou preso a um só estilo eu apesar de não ligar muito para power eu acho justo pois sei que tem gente que não curte extremo

Sergio disse...

Pra TODOS os METASPLAHERS que cutem minhas mal tecladas linhas dêem suas opiniôes mais "maldosas" ou dicas do que VOÇÊS querem ver aqui no Cardápio...

Como a Giuliana fez, ela pediu Hard, NÓS falamos de Hard!!!

Assim como a PORRA DO PROGRAMA o Blog é de VOÇÊS!!!

Dêem suas indicações e suas bandas prefirias...de repente uma delas aparece no "Cardápio..." ou nas matérias da nossa querida Priscila???

ESSA PORRA DESSE METALSPLASH foi feito pra VOÇES!!!!

E ele vai ser feito POR VOÇES!!!

Então. vamos detona essa Porra, CARALHOOOO!!!

KEEP ROCKING FRIENDS !!!!

Sergio disse...

Ahh meu caro guibfm, gostei das suas dicas, Azul Limão, apesar de não ser um nome muito "true", foi uma das bandas mais fundamentáis pro Metal/Rock nacional.

Eles até fizeram uns shows no anos passado mas não deu muito certo.

Enquanto ao Dorsal, o Carlão tá se divertindo tanto com o Mustange que eu acho difícil ele voltar com a banda, até porquê , segundo ele próprio me disse:

- A treta foi feia, vei...

Mas as ideias estão anotadas.

Ahh e antes que eu me esqueça, o Vortex só gravou o albúm "Quintescence" com o Borkanagar...(oum dos melhores disparado!!!)
Bjunda à todos...
Keep Rocking Friends!!!