Cardápio da Semana

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Saudações headbangers!!

Pra animar mais esta segunda feira, que tal um cardápio só com o melhor do nosso underground??

Vamos começar falando do Avec Tristesse!

Formada no início do ano 2000, a banda Avec Tristesse só teve sua formação definida na segunda metade do mesmo ano. Em 2002, o disco “RAVISHING BEAUTY” foi lançado no Brasil, através da gravadora Hellion Records. Seguiram-se apresentações bem sucedidas como no festival Setembro Negro em São Paulo, quando abriram para a banda sueca Dark Funeral, consolidando o nome da banda no cenário underground brasileiro.

Em 2004, lançaram o segundo disco intitulado “HOW INNOCENCE DIES”, também através da Hellion Records. Mais uma vez a banda realizou vários shows pelo sul e sudeste do país consolidando ainda mais sua música. Vale destacar a abertura do show do Dimmu Borgir no Rio de Janeiro, quando tocaram em uma das maiores casas fechadas da América Latina.

Uma boa descrição da música realizada pela banda seria transformar os sentimentos menos positivos do ser humano como: angustia, desespero, medo, ódio, tristeza e mistura-los aos estilos mais radicais dentro do Heavy Metal como Doom Metal, Death Metal e Black Metal. Adiciona-se a isso uma grande variedade de vocais cantados principalmente em inglês, mas também um pouco de francês e se tem o som original criado pelo Avec Tristesse, às vezes classificado como Dark Metal.

Nessa época, o nome Avec Tristesse já havia surgido a partir do clima que se ouvia nas músicas, todas criadas de forma espontânea a fim de traçar naturalmente um estilo, ou, melhor ainda, uma identidade para a banda.

Site: http://www.avectristesse.com

Indo agora para o nordeste do nosso país, vamos falar sobre o Malefactor!

No ano de 1991, mais precisamente no mês de dezembro, os amigos Vladimir Senna (Guitarra e Vocal) e Alexandre Deminco (Bateria) decidiram formar um novo grupo de metal extremo no Brasil. Após algumas idéias, o grupo acabou por optar pelo uso do nome MALEFACTOR, por acreditarem que este conseguia sintetizar em uma só palavra um sinônimo para a musicalidade densa e obscura à qual ambos ansiavam pôr em prática (“MALFEITOR”).

No final de 1992 ocorre a primeira apresentação no Festival Halloween com mais 9 bandas de metal do cenário de Salvador, sendo que o Malefactor foi considerado o melhor show da noite, recebendo vários convites para novas apresentações na cidade e fora dela.

Em 1993, Vladimir adota o pseudônimo Lord Vlad, uma homenagem ao mago Aleister Crowley (Lord Vlad Luciferian) e passa a se concentrar somente como Vocalista, ficando Ricardo Oitaven como segundo guitarrista. Alexandre nesta época precisou sair do grupo e foi substituído por Ivan Braga.

Com esta formação o MALEFACTOR grava sua primeira demo “Sickness”, apresentando uma música altamente técnica e agressiva, sendo bastante elogiada pela mídia especializada na época. Contando com um session member para os teclados ao vivo, o grupo se apresentou ao lado de vários grupos, sendo convidado para apresentar-se no lançamento do álbum GOETIA do Mystifier, até hoje um dos álbuns brasileiros mais conceituados fora do país. Uma série de shows passam a ocorrer e desentendimentos ideológicos fazem com que o grupo fique sem baterista e sem tecladista.

Já sem baterista, o grupo resolveu dar uma guinada geral nos seus horizontes e contrataram o produtor Austríaco Ephendy Steven, que trabalhou como engenheiro de som na Europa de bandas como Kreator, Assassin, Destruction, Sodom e outras. Junto com Steven é produzido a promo-tape “Into The Black Order”. A bateria foi gravada por um velho amigo da banda, Vicente Azevêdo (Carnified).
Com a saída de Ricardo Oitaven e Valdo Jr. a banda se desestabiliza, ficando apenas Danilo e Vlad no grupo.

No ano de 1996, após alguns testes frustrados com alguns músicos, uma nova formação completa é apresentada com a volta de Alexandre Deminco ao seu posto, trazendo consigo o baixista Roberto Souza, o guitarrista Jafet Amoêdo e a tecladista Elaine.
Após um hiato de 3 anos sem se apresentar ao vivo, finalmente os palcos puderam ver o grupo na ativa.

Elaine se muda para a Noruega, sendo rapidamente substituída pelos tecladistas Luciano Veiga e Ovídio Amoêdo.

Em 1998 o debut “Celebrate Thy War” é lançado pelo selo paulista Megahard Records, alcançando ótimas notas na mídia e fazendo com o que o MALEFACTOR levasse 2500 pessoas à Concha Acústica de Salvador no lançamento do álbum, sendo até hoje um dos maiores público num show não gratuito de metal na cidade.

Em 2001 Jafet é substituído por Martin Mendonça (ex-Mystifier) e gravam o álbum “The Darkest Throne”, sendo que Jafet gravou metade das músicas.

Pensando em conquistar outros mercados o grupo parte para uma tour de 30 dias pela Europa, levando Wallace Guerra na segunda guitarra e Marcelo Antunes como session member, pois Roberto teve inúmeros problemas na época, não podendo ir na tour.

Os shows foram muito bons no geral, conseguindo colocar o nome do grupo na imprensa européia e recebendo elogios de zines e revistas metálicas do velho mundo. A revista portuguesa LOUD! Comentou o show do Malefactor em Lisboa como um dos melhores eventos daquele ano no país.

Na volta, Wallace foi substituído por Ricardo Sanct (atual Veuliah) e a THE DARKEST TOUR passou por 12 estados do país, 3 países (Alemanha, Portugal e Bélgica), colocando a banda entre as mais representativas bandas do metal brasileiro.
Para 2003 o grupo deu mais uma guinada geral e volta a contar com Jafet Amoêdo no grupo, assina com o promissor selo brasileiro MANIAC RECORDS e gravando aquele que é para muitos um dos mais competentes e criativos álbuns do metal nacional, “BARBARIAN”.

“BARBARIAN” traz 11 músicas com uma produção estupenda, que vêm a fortificar e muito o nome do metal brasileiro pelo mundo.
Além do disco o MALEFACTOR, com o apoio incondicional da MANIAC RECORDS, gravou um vídeo-clip para a faixa “Followers of the Fallen”, que vêm como faixa multimídia no CD e já pode ser visto em alguns canais de TV do Brasil e do exterior.

MySpace: http://www.myspace.com/malefactorbrazil

E, finalmente, vamos falar dos mineiros do Silent Cry!

A banda teve inicio em 1993 por Jefferson Britto (Drums,Vocals), e Dilpho Castro (Guitars and vocals).

Em 1994 a banda lançou seu primeiro trabalho em forma de uma demo tape intitulada "TANATOFILO, OPULENTE PLENILÚNIO", demo esta que abriu muitas portas expondo a banda ao cenário underground brasileiro.

Já no ano de 1995 o guitarrista Cássio Brandi e a vocalista Suelly Ribeiro foram convidados a juntarem-se ao grupo trazendo ainda mais possibilidades para a banda em termos de composição.

Com esta nova formação a banda gravou em 1997 uma nova demo tape que foi lançada de forma independente, intitulada “TEARS OF SERENITY” que teve inúmeros bons comentários na cena do metal nacional. Logo após o lançamento da demo "TEARS OF SERENITY" a banda assinou contrato com a Demise Records para o lançamento do primeiro cd da banda, “ Remembrance ", em 1999, que colocou a banda em uma posição de reconhecimento no cenário underground brasileiro.

Em 2000 a banda lançou seu segundo CD denominado “GODDESS OF TEARS”, dando continuidade ao trabalho começado com o CD “REMEMBRANCE”. Este álbum gerou ótimos resultados, entre eles a inclusão de uma faixa na coletânea da gravadora alemã Nuclear Blast.

No inicio de 2001 a banda começou a compor o seu ultimo trabalho com a Demise Records, o Ep “SHADES OF THE LAST WAY... A PRELUDE OF A NEW BEGIN”, e a versão em CD da demo "TEARS OF SERENITY" de 1997.

Em Janeiro de 2003 foi lançado o novo trabalho da banda “DANCE OF SHADOWS” pelo selo Avernus Records de propriedade dos próprios integrantes. Este álbum eleva positivamente o nível da banda e ela faz diversas aparições como entrevistas e shows da mais alta qualidade no quesito Metal.

Tudo isso levou a banda a assinar um contrato com a gravadora paulistana Hellion Records (maior gravadora de Metal do Brasil) que lançou em 2005 o álbum “DARKLIFE”, um cd que conta com uma grande produção da gravadora Hellion Records e masterização no renomado estúdio finlandês Finnvox.

O Silent Cry se firma como um dos maiores e mais antigos nomes do Gothic/Doom nacional. Desde então a banda vem crescendo e se apresentando pelo Brasil com vários artistas (After Forever, Evergrey, Andreas Kisser, Epica, Shaaman, etc...) e tocado em eventos renomados do país.

A formação atual da banda conta com Dilpho Castro (Vocals & Guitars), Fabila Tozi (Vocals), Albenez Carvalho (Lead Guitars), Roberto Freitas (Bass), Ricardo Meireles (Drums) e Phillipe Dutra (Keyboards).

MySpace: http://www.myspace.com/silentcrybr

É isso aí, galera! Espero q vocês tenham aprovado nosso cardápio da semana!
Abraços!!!!!

"Keep Rocking, friends!"

11 Metalsplashers:

"Arteathrash" disse...

dá pra resumir aí? hehhe

ótimas dicas, meu caro colega de trabalho!

bjsssssssss

"Arteathrash" disse...

Ow, Sérgio... vc tem todos esses álbuns na sua casa?
que tal emprestar pra sua querida amiga aqui, hein?
afinal, não só estes, mas pelo menos uns 90% dos cardápios que vc já postou!

é sério! huahua

bjusss

Priscila Magossi disse...

Silent Cry é sensacional!

Me empresta o seu, Sérgio? rs

Daniel disse...

EU TENHO OS TRES ALBUM
SAO SENSACIONAIS
MTO BOM GOSTO ESTE CARDAPIO DA SEMANA EIN

Carol Cruz disse...

Xiiii...
Maninas, se vcs conseguirem fazer o Sé emprestar um CD, vcs são ninjas!

Mas tem um porém: Aturar uma lista de cuidados que ele vai mandar junto, e AI se o CDzinho voltar riscadinho, sujinho, caixinha quebradinha... Ele mata!

Hehehehehe!!!!!

Bjs!!!!

"Arteathrash" disse...

eu sou muito cuidadosa
pode emprestar q eu garanto! hehe

ou então leva lá no domingo pra eu colocar no laptop e dar uma leve copiada! rs

"Arteathrash" disse...

ah cacilds! o banner sumiu!

Jéssica disse...

queria deixar uma resalva por aki :)
essa ja naum eh a primeira vez q o sergio escolhe bandas q eu nao curto pra bolar o cardapio..mas ele escreve tao maravilhosa/e bem..de um jeito tao..contagiante...empolgante... q é impossivel naum entrar no myspace e ouvir o som de novo pensando "será q eu to lembrando da banda errada????????"
e naum é q as vezes dá certo?hehehehehe
acabei de começar a curtir o "avec tristesse"
alem do site ser lindooooo!!!



Beijocas

Sabrina disse...

cardapio de extremo bom gosto!
eu nem saberia dividir entre entrada, prato principal e sobremesa, hehe...de tanto q gosto das 3 bandas!!!
nao entendo como alguem pode nao curtir essas 3 escolhas afrodisiacas, mas ainda bem q o autor conseguiu mobilizar 'avec amour' a jéssica para o "avec tristesse"

hehehehehehehehe

Sergio Leopoldo disse...

Obrigado pelos elogios minha cara Jéssica!!!

São palavras como as suas que dão o incentivo que,não apenas eu mas todos no METALSPLASH, ajudam a continuar a trilhar o torturante caminho do Metal.

Da minha parte vc pode esperar que sempre farei de tudo para agradar à todos mas, pra isso, dependo das opinões e sugestões de cada um.

Mas uma vez em nome de toda a galera: VALLEEEUU POOORRRAAAA!!!!!

Keep Rocking Friends!!!

Giulliana disse...

particularmente axo dificil alguem nao gostar desse cardapio :T


3 bandas excelentes *___*

eu tiro o chapeu pra cada uma delas ^^



mas q bom q o sérgio comoveu a jessica com suas palavras tao bem colocadas xD

agora temos + uma fan de avec tristesse \o/



;*************